Vereador presta queixa contra André Amaral por lesão corporal e dispara: “Ele agiu de forma covarde”

O vereador Betinho da RS (Podemos), que foi vítima de uma agressão praticada pelo deputado federal André Amaral (MDB), na tarde de ontem, quarta-feira (03), disse, nesta quinta-feira (04), que logo depois do ocorrido foi prestar queixa por lesão corporal contra o deputado federal paraibano.

O vereador disse que “agiu como um parlamentar, membro da comissão processante, que estava fazendo apenas o que a função dele determinava”.

O parlamentar disse ainda que na sessão que acontece na manhã desta quinta-feira na Câmara de Bayeux, vai pedir a anulação da audiência da tarde de ontem e do depoimento do deputado André Amaral.

Segundo o vereador, o deputado André Amaral não resistiu ao ser confrontado durante o depoimento e, por não ter argumentos, preferiu partir, de forma covarde e surpresa, para a agressão.

Betinho deu a versão dos fatos como tudo aconteceu. “O deputado federal André Amaral não resistiu ao ser confrontado com a verdade de um outro depoente e partiu para agressão verbal. Quando eu pedi que ele me respeitasse, que ele não estava falando com nenhum capanga dele, isso foi o suficiente para que ele levantasse e de forma de covarde e surpresa ele partiu para agressão, e por isso fui à polícia relatar o fato acontecido”, disse.

Toda a ação foi filmada por populares que assistiam ao depoimento e as imagens viralizaram nas redes sociais. O presidente do MDB Jovem, por exemplo, rechaçou a atitude do correligionário, André Amaral, e lembrou que ‘a lei de Talião acabou há muito tempo’.

Já o deputado Amaral, em vídeo divulgado em suas redes sociais, disse que apenas defendeu a própria honra e ainda aconselhou que quem estivesse o ouvindo fizesse o mesmo para defendê-la se necessário fosse.

Saiba mais:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp