Vereador protocola projeto para aumentar salários de prefeito para R$ 17 mil e de vereadores para R$ 6 mil

Um projeto protocolado na Câmara Municipal de Serra Branca, no Cariri do Estado, prevê o aumento dos salários do prefeito, vice, vereadores, além dos secretários. O documento foi apresentado pelo vereador reeleito Hércules Holanda (PSD), líder da oposição, e que foi reeleito no último pleito, tendo sido o vereador mais votado com 652 votos.

O projeto nº 010/2016 foi protocolado na Casa Leidson da Silva no dia 23/092016 e propõe conceder elevação dos vencimentos do prefeito de R$ 15 mil para 17 mil. O salário do vice-prefeito passaria de R$ 7.500 para R$ 8.500. Já os secretários passariam a receber R$ 4 mil.

Outra proposta, com objetivo semelhante, trata do aumento de salários no Legislativo e também foi protocolada na mesma data na Câmara de Serra Branca. O projeto nº 011/2016 estipula a fixação dos subsídios dos vereadores em R$ 6 mil e do Presidente da Câmara podendo chegar a R$ 9 mil, tendo em vista a aplicação do percentual de 50% que o chefe do Legislativo pode desfrutar.

Custo para o município – O projeto já está gerando repercussão na cidade que, assim como as demais, enfrenta uma grave crise econômica. Os nove vereadores da Câmara Municipal de Serra Branca participam de quatro sessões mensais. Considerando o valor do novo salário proposto, cada um receberia R$ 1.500 por sessão. O presidente, por sua vez, teria vencimentos de R$ 2.250 por sessão. Caso seja aprovado, o município passaria a ter custo de cerca de R$ 100 mil apenas com os salários do prefeito, vice, secretários e vereadores.

Crise – A cidade sofre com inúmeros problemas na infraestrutura, como a pavimentação de ruas, falta de médicos no hospital e unidades de saúde sem prestar alguns serviços. Obras também estão paralisadas.

“Absurdo isso! Deveriam ganhar por horas de trabalho. Aumentar os salários do servidores municipais ninguém fala, mas para benefícios próprios colocam em primeiro lugar. Deveriam usar o dinheiro para melhorias nos serviços prestado a população. Os serrabranquenses deveriam impedir que isso seja aprovado”, postou uma moradora nas redes sociais.

Apesar de já protocolados, os projetos ainda não foram votados, A expectativa é de que eles sejam apreciados na próxima sessão, que acontece na sexta-feira (25).

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp