ACOMPANHE NOSSAS REDES

Cidades

ALERTA: Isea registra aumento de gestantes internadas com Covid

A Secretaria de Saúde de Campina Grande registrou um aumento no número de gestantes internadas com a covid-19 no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA). Na segunda quinzena de janeiro, 23 pacientes foram admitidas na Unidade Obstétrica de Superação da Covid-19 (UNIDOS). Neste momento, oito gestantes estão internadas na ala de enfermaria.

“Com o aumento de casos com a nova variante, a ômicron, o número de gestantes e puérperas também aumentou neste início de 2022. Tínhamos os casos de covid-19, mas eram esporádicos. No geral, são sintomas leves da doença. Contudo, já vimos algumas gestantes que ainda não estão vacinadas e isso nos preocupa”, disse a diretora da maternidade, a médica Suelem Taís.

Completar o esquema vacinal é essencial para aumentar a proteção de gestantes e puérperas, mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias. Para elas, a vacina preconizada é a do laboratório Pfizer e é necessário receber uma dose de reforço cinco meses após a segunda dose. Além disso, é fundamental utilizar a máscara, preferencialmente N95 ou PFF2, evitar as aglomerações ou receber visitas nesse momento. Também é indispensável manter as consultas de pré-natal em dia.

A diretora da maternidade também orientou as gestantes para procurar a unidade apenas nos casos necessários, com o objetivo de protegê-las. “Não são todos os sintomas que indicam a necessidade de procurar um atendimento como o do ISEA, que é de alta complexidade. Então, caso a gestante apresente sintomas muito brandos, difusos, sintomas isolados, o ideal é que ela não se exponha indo a um pronto socorro, mas busque a Unidade Básica de Saúde”, explicou.

A ala UNIDOS foi inaugurada pelo prefeito Bruno Cunha Lima no início do segundo semestre do ano passado. O local disponibiliza um serviço específico para o tratamento de gestantes e puérperas infectadas com o novo coronavírus. As mulheres grávidas, com sintomas da doença, devem buscar atendimento neste serviço.

O espaço fica em um prédio anexo antigo, que foi revitalizado, reformado, recebeu conexão de oxigênio e conta agora com dois leitos de UTI, uma sala de parto, nove leitos de enfermaria (sendo três de observação) e posto de enfermagem. A unidade dispõe de monitores e respiradores. O Instituto de Saúde Elpídio de Almeida é uma maternidade referência para mais de 170 municípios paraibanos. 

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.