ACOMPANHE NOSSAS REDES

É Noticia

Bruno responderá perguntas sobre dispensa coletiva de funcionários realizada à meia-noite

Após a Prefeitura de Campina Grande publicar na madrugada de sábado no Semanário Oficial do Município, uma série de medidas anunciadas pelo prefeito Bruno Cunha Lima para conter a crise financeira no município, dentre elas a dispensa em massa de comissionados e prestadores de serviço de forma retroativa , o prefeito Bruno Cunha Lima, anunciou entrevista coletiva para a segunda-feira (2).

Antes porém, com a intensa e negativa repercussão da  condução da medida, o prefeito acabou usando as redes sociais no final de semana e embora houvesse um alerta do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba sobre gastos acima do limite com pessoal e festividades durante o decreto de calamidade pública, atribuiu ao governo federal a responsabilidade pela crise.

Diante das declarações dadas pelo prefeito e alguns auxiliares, estavam na lista de “dispensados” e da própria portaria que ressalta que os funcionários que trabalharam após a data mencionada terão, segundo a portaria, seus serviços pagos em caráter indenizatório, mediante a abertura de um processo, surgiram dúvidas em relação a existência de funcionários que não trabalhavam, se haverá servidores exonerados que retornarão e quem serão.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.