Carnaval este ano seria uma ‘tragédia sanitária’, diz secretário de Saúde da Paraíba: “Fica impraticável pensar em festividades”

Daniel Beltrammi, secretário Executivo de Saúde do Estado da Paraíba (Foto: Secom/PB)

Qualquer evento que promova aglomerações em meio à pandemia da Covid-19 poderá trazer consequências graves. É assim que pensa o secretário Executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrami. Em entrevista concedida a uma emissora de rádio de João Pessoa, Beltrammi recomendou que os prefeitos não realizem festividades de Carnaval em suas cidades.

Mesmo com a chega da vacina, a quantidade de pessoas vacinadas não traz segurança na contenção da disseminação do novo Coronavírus. “A Secretaria entende que o carnaval está muito próximo, temos um pequeno espaço de tempo até lá e, neste momento, a situação de pandemia na Paraíba e no Brasil não permite que tenhamos eventos de rua com alto grau de aglomeração de pessoas”, declarou.

Para o secretário, a realização do Carnaval diante da situação atual, traria sérias consequências. “Seria uma tragédia sanitária, então, neste sentido, para o final da segunda quinzena de fevereiro, fica impraticável pensar em festividades”, arrematou.

Veja também:

Compartilhar