ACOMPANHE NOSSAS REDES

Cidades

Casos de covid na Paraíba podem aumentar por causa de aglomerações no carnaval

O secretário de Estado da Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, comentou que a Paraíba vive um momento de diminuição de casos e mortes causadas pela covid-19, mas que esse declínio deve ser interrompido daqui há 7 ou 10 dias devido às aglomerações que aconteceram durante o Carnaval.

“Tivemos 77 mil casos em fevereiro e 376 mortes. A pandemia ainda não acabou precisamos manter os cuidados, uso de máscara, distanciamento físico e evitar aglomerações que ocorreram nesses dias de Carnaval. Mesmo com suspensão de pontos facultativos ocorreram várias aglomerações. Teremos uma parada nesse declínio daqui há 7 a 10 dias e depois voltarão a cair o número de casos novos diários”, afirmou em entrevista a uma emissora de TV da Capital.

Medeiros apontou que o espaço de tempo entre contaminação e sintomas na ômicron é menor, na faixa de 7 a 10 dias e por isso se projeta esse tempo para a parada no declínio de casos. Logo depois sendo reiniciada a diminuição de novas contaminações e, felizmente, de mortos.

O secretário citou um trabalho acadêmico publicado por docentes do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), que aponta que houve uma diminuição de 96% das mortes a partir do momento que as pessoas se destinaram a se vacinar. “A Paraíba é o terceiro estado do Brasil que mais vacinou, são 82% [da população] com duas doses. Estamos distribuindo mais 150 mil doses para crianças de 6 a 11 anos e teremos 90% das crianças vacinas se a população aderir à vacinação. Convoco todos para chegar ao primeiro lugar do Brasil como estado que mais vacina a sua população”, disse.

Fonte: Paraiba

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.