Com mais de 1 milhão de vacinados, Paraíba é 1° lugar no Nordeste na aplicação da segunda dose

Foto: Secom/PB

Até esta terça-feira (15) pela manhã, a Paraíba aplicou 1.487.423 (um milhão, 487 mil e 423) doses das vacinas contra a Covid-19. Desse total, 1.019.630 (um milhão, 19 mil e 630) de pessoas tomaram a primeira dose e 467.793 foram imunizadas com a segunda dose.

Na D2, o Estado conseguiu vacinar 11,63%, da população total a ser vacinada, o que coloca a Paraíba na primeira colocação, entre os Estados do Nordeste e o terceiro do país, ficando abaixo apenas do Rio Grande do Sul (14,38%) e Mato Grosso do Sul (13,11%).

Cinquenta e cinco municípios estão com a D2 aplicada com cobertura igual ou superior a 90%; 57 municípios estão abaixo de 70% de aplicação da D1 e 39 municípios também estão abaixo de 70% de aplicação da D2; quando avaliada a execução de campanha D1 e D2, em relação às doses recebidas pelos municípios, são 37 com execução igual ou menor a 70% e 33 encontram-se com registro de doses aplicadas acima dos 90%, somando-se as doses 1 e 2.

“A expectativa é que, até o mês de outubro de 2021, todos os adultos, na Paraíba, recebam a primeira dose. Para isso, é necessário que haja o envio regular de doses por parte do Ministério da Saúde”, afirmou o secretário de Saúde, Geraldo Medeiros.

Acesse: Governo Federal antecipa pagamento da 3ª parcela do auxílio emergencial; veja novo calendário

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) já entregou, aos municípios, 100% das doses destinadas aos trabalhadores da saúde; 100% das doses destinadas aos idosos institucionalizados; 100% das doses destinadas às pessoas com deficiência permanente institucionalizadas; 100% das doses destinadas aos povos indígenas vivendo em áreas demarcadas; 100% das doses destinadas aos idosos, acima de 60 anos; 38,6% das doses para as Forças Armadas, de segurança e salvamento; 100% da população quilombola; 78,75% das doses destinadas às pessoas com comorbidade e deficiência permanente; 89,5% para trabalhadores portuários; 90,3% dos trabalhadores de transporte aéreo e 58% dos trabalhadores de educação do Ensino Básico.

De acordo com pactuação feita na Comissão Intergestores Bipartite – CIB, os municípios que conseguirem cumprir a vacinação das pessoas com comorbidade e dos trabalhadores da Educação, já podem iniciar a vacinação da população geral por critério de idade.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp