Fátima Bezerra relata choro de José Maranhão na UTI e clama pela recuperação do esposo: “Vamos vencer!”

93
Fátima Bezerra e Maranhão (Foto: Reprodução)

“Choro com você meu Amor diante da impotência da medicina em nos tirar desse sofrimento…”. A frase da desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti, esposa do senador José Maranhão (MDB), revela o sofrimento vivenciado pela família ao lado do parlamentar paraibano, que segue internado em recuperação das complicações na saúde provocadas pela Covid-19, em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo.

A desembargadora se manifestou por meio de texto reproduzido nas redes sociais do Padre Nilson Nunes. Em tom de desabafo, mas também de muita fé na Virgem Maria, considerada Mãe da Igreja Católica, pela recuperação de Maranhão, de 87 anos, que testou positivo para a Covid-19 no dia 29 de novembro, no dia do segundo turno da eleição de João Pessoa.

Confira o texto escrito pela desembargadora:

“Num frio corredor de um Hospital em São Paulo, passo pelas UTIs humanizadas e percebo novos ocupantes vítimas do Covid. Já vi famílias saírem em prantos e também em regozijos. Porém, alguns continuam na caminhada conosco e quando eventualmente os acompanhantes se encontram, trocamos orações e boas vibrações.

Entro no 1109 com o coração repleto de esperança.

Antes de me dirigir ao meu esposo, deitado em seu leito de luta, com trajes e armaduras de honrado cavaleiro, observo o olhar de minha filha Alicinha @alicinhamaranhao que há́ dois meses está́ nessa guerra contra o vírus ao lado do seu pai.

Só́ seu olhar é o termômetro do dia. Vejo a perseverança ser irradiada com serenidade.

Beijo as mãos e o rosto do meu amado. Volto a beijar e beijo de novo e recebo de volta, a mais sensível das respostas: uma lágrima desce do seu olho esquerdo e escorre sobre a sua face…

Choro com você̂ meu amor diante da impotência da medicina em nos tirar desse sofrimento…

Ela se aproxima de nós e me aponta os parâmetros, como um anjo iluminado, ajudando- me a recobrar a paz. Vamos vencer, minha mãe!

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp