ACOMPANHE NOSSAS REDES

Cidades

João Azevêdo anuncia abertura das inscrições para o 34° Salão do Artesanato Paraibano

governador João Azevêdo anunciou as inscrições para o 34° Salão do Artesanato Paraibano, que podem ser feitas de forma virtual até o dia 8 de maio, no Instagram do Programa do Artesanato Paraibano (PAP),  no perfil @artesanatopap. O tema desta edição do evento, que será realizado de 8 de junho a 3 de julho, em Campina Grande, é “Bordados que contam histórias”. 

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou que, desde o início da gestão, em 2019, a Paraíba tem sediado grandes Salões, mesmo com a grave crise sanitária causada pela pandemia. “Desde 2019, temos realizado grandes Salões. Houve uma pequena interrupção por conta da pandemia, mas fizemos o Salão virtual, que foi um sucesso muito grande. Recentemente, voltamos a realizar o evento com o grande Salão de João Pessoa. E agora, o Salão de Campina Grande, no Museu de Arte Contemporânea, numa grande parceria com a Unifacisa”, afirmou.

“Desta vez, a técnica do bordado será a grande homenageada no 34° Salão. Iremos homenagear muitas artesãs de várias regiões do Estado: João Pessoa, Campina Grande, Gurinhém, Alagoa Nova, Serra Redonda”, prosseguiu João Azevêdo.

Ao todo, o 34° Salão do Artesanato Paraibano abriu, nesta segunda-feira (25), inscrições para 400 artesãos. O processo pode ser feito pelo formulário disponibilizado na bio do Programa do Artesanato Paraibano no Instagram, no perfil  @artesanatopap.

O governador João Azevêdo destacou, ainda, que entre as novidades do evento está a comercialização e divulgação das peças produzidas pelo Ateliê Benvenutty – Arte que Liberta. “É um espaço que estamos criando para, durante esse período do Salão, nós possamos expor os trabalhos produzidos pelas reeducandas LGBTQIAP+. O ateliê funciona na Penitenciária Desembargador Sílvio Porto. Isso é política de inclusão, isso é política de olhar para essas pessoas que muitas vezes são esquecidas pela sociedade, mas que estamos criando mecanismos para que elas participem do processo de crescimento do Estado, com seu trabalho, reduzindo a pena e, em breve, voltar a conviver em sociedade”, acrescentou. 

O Ateliê Benvenutty – Arte que Liberta foi inaugurado no dia 24 de março e recebeu esta denominação em homenagem a Fernanda Benvenutty, mulher trans, militante em Direitos Humanos, fundadora e presidente da Associação das Travestis da Paraíba (Astrapa). O espaço vem se somar aos numerosos projetos de ressocialização e humanização existentes nas unidades prisionais do Sistema Penitenciário Paraibano.

A gestora do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), Marielza Rodriguez, destacou a importância de se fazer a inscrição o quanto antes. “Será um grande momento de voltarmos a Campina Grande após essa pandemia, num período rico para o nosso artesão para a nossa artesã, que é a realização do Maior São João do Mundo, com vendas que vão superar nossas expectativas, se Deus quiser. Então, é importante que o nosso artesão, que a nossa artesã garanta já a sua inscrição, inclusive para resolvermos qualquer imprevisto durante o processo”, disse. 

34° Salão do Artesanato Paraibano

Período de inscrição: 25 de abril a 8 de maio

Instagram: @artesanatopap

Tema do Salão: “Bordados que contam histórias”

Realização do evento: 8 de junho a 3 de julho, Museu de Arte Contemporânea (MAC)/Unifacisa)

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.