ACOMPANHE NOSSAS REDES

Economia

Obra que se arrasta há seis anos, triplicação da BR-230 em Cabedelo deve ser retomada em agosto, prevê superintendente do DNIT

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes da Paraíba (DNIT), Arnaldo Monteiro, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (20), destacou que ainda falta alguns meses para que seja retomada as obras de triplicação da BR-230 em Cabedelo. 

“A previsão é que até início de agosto as obras sejam retomadas. Agora, dependemos do processo de licitação. Então, não é algo exato”, explicou como acompanhou o ClickPB.  

O gestor destacou que essa triplicação continua sendo um dos grandes desafios à frente do órgão. Como apurou o ClickPB, a obra já teve inúmeras suspensões e já se estende desde 2017, gerando transtornos para quem trafega pela rodovia considerada uma das principais vias do estado.

“Previsão de mais dois anos para que o trecho seja concluído, estimamos que até junho de 2025. Para concluir até oitizeiro será entre 2026 e 2027. Acredito que agora as coisas vão caminhar”, disse criticando a lentidão com que a obra foi tratada. 

Segundo ele, houve cortes do ex-presidente Bolsonaro que travaram a continuidade da construção. Além da empresa que licitou, a triplicação também contou com o Exército Brasileiro, que abandonou a obra por falta de recursos no início de 2023.

“Houve falta de recursos, a firma quando saiu tinha um orçamento de R$ 60 milhões, mas só foram liberados 10. Entre os últimos 4 anos, para se ter uma ideia, só o orçamento desse ano é o mesmo dos últimos quatros anos, ou seja, por aí você já tira, como houve redução de investimentos nos últimos anos. Diferente da empresa, o exército recebe antecipado para poder executar”, explicou como acompanhou o ClickPB.

A obra de triplicação da BR-230 entre Cabedelo e João Pessoa se arrasta desde 2016, há seis anos, e ainda não foi concluída. A estrutura é necessária para viabilizar maior aporte de escoamento de cargas e proporcionar mais mobilidade para o tráfego intenso de veículos de pequeno e grande porte, principalmente por ser rota portuária que liga ao Porto de Cabedelo.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que uma nova licitação será assinada, segundo semestre de 2023, e deverão ser investidos R$ 70 milhões previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA).

Fonte: Click PB

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.