ACOMPANHE NOSSAS REDES

Cidades

PMCG realiza Natal de milhões enquanto é cobrada por desconto indevido na folha dos servidores

A Prefeitura de Campina Grande voltou a confiscar parte do salário de servidores referente ao pagamento da folha de novembro realizado na última quarta-feira (30), dias antes do início da programação cultural do lançamento do Natal Iluminado, projeto que custou R$ 7 milhões aos cofre municipais, valor 500% maior que nos anos anteriores.

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos do Agreste da Borborema e a Associação dos Profissionais de Enfermagem do Programa Saúde da Família de Campina Grande informaram que os servidores da saúde, merendeiras e vigias tiveram parte do salário confiscado.

O presidente do Sintab, Franklyn Barbosa, disse que o desconto considerado indevido tem sido recorrente durante a gestão do prefeito Bruno Cunha Lima.

A ASPEN/PSF-CG pede o fim dos descontos indevidos em folha de pagamento e pedem respeito aos servidores da saúde do município.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.