Policial militar mata os pais, resiste à prisão e é morto; idosos eram naturais do sertão paraibano

Um policial militar aposentado, de 46 anos, morreu após matar os pais, de 72 e 79 anos, e trocar tiros com policiais militares, por volta das 18h30 do último domingo (19), na casa onde moravam, rua Gavião Pescador, bairro José Bonifácio, zona leste da capital. O casal de idosos é natural do município de Sousa, onde ainda tem familiares que ficaram chocados com a notícia.

Policiais militares foram acionados pelos vizinhos, pois o policial estaria mantendo os pais presos na casa e estaria bastante alterado. Em um determinado momento, ele teria atirado contra o casal de idosos e os PMs tentaram negociar a rendição, mas o homem passou a atirar também contra eles, que revidaram.

O aposentado e os pais foram socorridos ao Hospital Santa Marcelina, na Vila Carmosina, na zona leste de São Paulo, mas não resistiram.

As armas utilizadas pelos PMs e a do aposentado foram apreendidas. Os corpos foram encaminhados ao IML e foi solicitada perícia para o local.

Um agente do 63º Distrito Policial informou que o caso deve ser investigado como morte decorrente de intervenção policial e resistência,  pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), localizado no Centro de São Paulo. 

Fonte: Com SBT

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp