ACOMPANHE NOSSAS REDES

Política

Reeleito, João Azevêdo prova que força municipalista é maior que caciques políticos

A reeleição do governador João Azevêdo (PSB) representou a derrota de lideranças políticas que há décadas se notabiliza nas esferas de poder tanto da esquerda como da direita. Com a vitória de João, perderam o grupo Cunha Lima, o ex-governador Ricardo Coutinho e o atual senador Veneziano Vital do Rêgo, trio que se aliou para enfrentar o atual governador. Com isto, João quebrou o mito de que para vencer é preciso ter maioria em João Pessoa e Campina Grande. Vitória do municipalismo.

A Paraíba que não tem voz ativa na mídia, que não aparece pelo atrativo das praias e do Maior São João do Mundo, mostrou sua força, com o Cariri e o Sertão demarcando a importância do interior.

Foram os municípios que igualmente a João Pessoa e Campina, receberam a atenção da gestão e estadual, mas que diferente das duas maiores cidades do estado, sabiam exatamente o tamanho da atuação do estado em suas cidades e por isso não se distraíram com a enxurrada de desinformação disseminada durante o pleito.

Nas cidades maiores ficou patente a confusão sobre a autoria de obras e ações e o desconhecimento sobre a presença do Governo do Estado, uma desinformação muitas vezes até estimulada por adversários políticos. Nas médias e menores, não. E elas responderam votando pela continuidade da gestão de João Azevêdo.

Com uma gestão que alcançou todo o estado e obteve destaque nacional em eficiência, o governador reeleito, João Azevêdo, mesmo sem tradição política, encontrou a fórmula de obter a vitória junto aos prefeitos e a população do interior, apesar da oposição dos maiores caciques políticos que já passaram pelo executivo da Paraíba e também de Campina Grande e João Pessoa.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.