Vereadora Valéria Aragão lamenta arquivamento na CMCG de comissão para fiscalizar vacinação contra a Covid-19

Vereadora Valéria Aragão (Foto: Ascom)

A vereadora Valéria Aragão (PTB) lamentou a postura da base do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), que com 12 votos arquivou o projeto apresentado pelo vereador Andersom Almeida (Podemos) que criava a Comissão Parlamentar de Assuntos Relevantes e, neste primeiro momento, ficaria responsável pela fiscalização da vacinação contra a Covid-19 no município, alvo inclusive de denúncias de supostas irregularidades e ‘fura-filas’.

Para Valéria, a Câmara Municipal deixou de cumprir com a sua missão. “A Casa legislativa deve, por excelência, fiscalizar os atos do Executivo, função a ser exercida por cada vereador e vereadora. Campina Grande espera de nós trabalho de verdade e acompanhar o processo de imunização em meio a supostas irregularidades daria mais transparência às ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde. Estamos aqui para ajudar, acompanhar e lamento o arquivamento deste importante projeto”, declarou.

A vereadora destacou que a bancada oposicionista votou unida e que assim deverá seguir. “Eu, Jô Oliveira, Olímpio Oliveira, Dona Fátima e o próprio Anderson Almeida, naturalmente votamos pela criação da comissão e acredito muito nessa união em benefício do povo campinense. Campina Grande agora tem oposição”, disse Valéria Aragão.

“Mesmo assim seguirei vigilante e atenta aos anseios da população. A vacinação precisa se feita de maneira organizada, com critérios claros e técnicos recomendados pelo Ministério da Saúde. Farei a minha parte como cidadã e vereadora”, finalizou.

A votação do projeto se deu em Sessão Remota Extraordinária nesta quinta-feira (28).

Ascom

Saiba mais:

Compartilhar