ACOMPANHE NOSSAS REDES

É Noticia

Serviço de UTI aérea do governo da PB transporta criança para tratamento de condição rara no Paraná

Criança sendo transportada (Foto: Divulgação/Reprodução/PB Agora)

Em uma operação conjunta, o Grupo de Resgate Aeromédico Estadual (Grame) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) transferiram uma menina de 9 anos para o Paraná para tratar uma doença rara. A ação aconteceu na madrugada de segunda-feira (11), e a paciente já está no local recebendo o tratamento especializado. O serviço de UTI aérea é uma colaboração entre a SES, o Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Sesds).

Segundo Elvio Lieverte, médico e coordenador do Grame, a paciente E. S. L. S., que mora em Campina Grande, estava sob cuidados médicos no Hospital Universitário Alcides Carneiro. Lá, ela foi diagnosticada com Anemia Aplástica por Fanconi, uma doença rara que afeta a medula óssea. A unidade de referência para o tratamento dessa condição está localizada em Curitiba, e a médica responsável solicitou a transferência da paciente para tratamento e possível transplante de medula óssea.

Veja também: Lei que reserva 10% das vagas em escolas técnicas para pessoas indígenas é sancionada por João Azevêdo

“Foi articulado com o Grame para que a transferência da paciente fosse realizada por uma de nossas aeronaves. O voo saiu de madrugada, chegou no Paraná às 14h, sem intercorrência e a criança já está em tratamento”, informou.

Desde 2021, o Grame tem desempenhado um papel crucial na Paraíba, facilitando o transporte de pacientes que necessitam de atendimento em diferentes unidades de saúde, tanto dentro quanto fora do estado. Atualmente, o serviço estadual dispõe de duas aeronaves, uma das quais tem uma autonomia de voo de 4h30. No ano de 2023, o serviço acumulou mais de 338 horas de voo, correspondendo a mais de 104 mil km percorridos, e realizou um total de 70 transportes aeromédicos. Desde a sua fundação em 2020, o Grame já registrou 472 horas de voo, 92 transportes aeromédicos e 61 voos para a distribuição de vacinas.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados.